segunda-feira, 18 de maio de 2020

festa na floresta

cara, acho que os shows mais legais da minha vida foram no Parque Lage. não pelo os shows em si, mas pelo lugar mesmo. nem vi tantos shows e nem foram muitos, mas a mágica do lugar. pode ate ter sido pelo cheiro de maconha que era muito, muitas vezes eu ficava na parte de cima só pra sentir o cheiro, eu não fumava, tinha uns 14 anos ainda.

não vou lembrar de todos os shows, mas vi muita coisa legal. lembro do escola de escandalos; do kongo ainda da primeira formação com os alemães; vi o jards macalé sendo barrado num show do camisa de venus, eles tocavam uma musica dele.
vi 14 bis; vi barão vermelho com o cazuza doidão; celso blues boy; robertinho do recife; vi o paralamas lançamento do passo do lui. esse show foi foda, achei que a madeira por cima da piscina ia cair. voce parado voce se movia.
vi o lançamento do vamos invadir a sua praia do ultraje a rigor. o parque lage inteiramente lotado. tipo acho que uma ou outra musica do disco que não tocava na radio, o resto das 11 musicas tocavam todas.
era demais essa epoca.

lembro que sempre passava na tv um show do caetano gravado lá. a musica era shy moon e como era aberto o parque lage, não tinha teto, o caetano olha pra cima e tá uma lua cheia linda. nem curto o caetano, mas esse tipo de coisa só lá mesmo.

anos depois fui descobrir que uma das mentoras do projeto "festa na floresta" era a maria juçá, que depois foi pro circo voador e que anos depois virou minha chefa.
conheci a juçá numa noite no baixo gávea, o maurição foi quem me apresentou.
anos depois nos reencontramos no circo eu já de roadie.

o muito louco de tudo é que muita coisa vai se encaixando durante a minha vida.
roda, roda e vamos indo parar no mesmo lugar.

joguei as cinzas do meu pai no parque lage, perto do laguinho lá de cima.
sempre que posso, vou lá trocar uma ideia com ele. sei que é um monologo, mas é mó bom. energizante.

desde de pequeno que vou no parque.
minha mãe contou que logo que a gente veio morar no jardim botanico que a gente ia lá. nós eramos muito pobres, não pobre, mas fudido de grana, familia começando a vida, dae era uma coca-cola pros tres, cada um um gole cada.

de vez em nunca eu reunia um pessoal lá. tipo pra passear mesmo ou aniversario de alguem, ou apenas pra trocar ideia, encontrar uma namorada, levar um gringo pra conhecer o local, ...
o parque lage é muito lindo.